Sob regência de Denise Mohr e Márcio Steuernagel, o concerto desta quarta-feira (22) terá como solistas Thiago Plaça Teixeira e Alexsander Ribeiro Lara. No programa, o Concerto nº 21 em Dó maior, K.467, de Wolfgang Amadeus Mozart; a Sinfonieta nº 1 em Si bemol maior, de Heitor Villa-Lobos; e o Concerto nº 1 em Sol menor, op. 25, de Felix Mendelssohn-Bartholdy.

O Concerto nº 21 de Mozart é um dos mais conhecidos de todo o repertório. Foi composto em 1785, época em que o compositor estava no auge da fama. É um dos mais refinados exemplos da literatura do denominado período clássico para instrumento solista e orquestra.

Neste ano em que são lembrados os 50 anos do falecimento de Heitor Villa-Lobos, maior de todos os compositores brasileiros, a Orquestra Filarmônica da UFPR presta-lhe uma homenagem executando a Sinfonieta nº 1, de 1916, obra subtitulada “Homenagem a Mozart”. Apesar da transparência da linguagem utilizada por ele na obra, praticamente nada se percebe de Mozart.

O que se nota é que o compositor brasileiro tem uma personalidade muito própria, mas ainda carregada do espírito romântico francês. O Concerto nº 1 em Sol menor de Mendelssohn foi escrito entre 1830 e 1831 e estreado em Munique, em outubro de 1831. Os três movimentos do Concerto nº 1 estão interconectados e apresentam tonalidades distintas.

Trata-se de uma obra de transição entre a época clássica e o período romântico, já em voga naquela época. Esse concerto é cheio de seções improvisadas, o que era uma das especialidades do compositor, além de apresentar grandes desafios virtuosísticos para o solista.

No ano em que se comemora o bicentenário de nascimento de Mendelssohn, a Orquestra Filarmônica da UFPR vem destacando a obra do compositor no seu repertório.

Serviço:
Concerto da Orquestra Filarmônica da UFPR
Data: 23 de setembro de 2009 (quarta-feira)
Horário: 20h30min
Local: Teatro da Reitoria (Rua XV de Novembro, 1299, Centro)
Entrada gratuita
Informações: 3310-2832 e 3310-2634