O Prêmio Sexy Hot, considerado o Oscar do cinema pornô brasileiro, escolheu na noite de terça-feira (28) os melhores filmes, diretores, atores e atrizes. A festa aconteceu em uma casa de eventos em São Paulo e por lá desfilaram a apresentadora Geisy Arruda, a panicat Tati Minerato, a ex-garota de programa e escritora Bruna Surfistinha, a atriz Solange Gomes, a apresentadora do programa Penetra, Bianca Jahara, além do cantor Léo Jaime, que animou a festa.

A grande ganhadora da noite foi a atriz Patrícia Kimberly, que levou quatro prêmios. Os filmes mais vitoriosos foram As fantasias de Paty e Fábio Gump – O comedor da história, com dois prêmios cada. Mas quem levou o título de melhor filme hétero foi Fight for fuck.
As franquias também tiveram destaque na presmiação no Prêmio Sexy Hot. Eis as vitoriosas: Pornô fantasy 2, Tattoo Safada 2, Cornolândia 3 e Tatuadas hardcore 4.

Espaço para diversidade

Patrícia Kimberly levou quatro prêmios./Foto: Divulgação

O Prêmio Sexy Hot prestigou também a diversidade, a começar pela data da premiação, marcada como Dia do Orgulho Gay. Foram seis categorias para este gênero de filme: Melhor Cena de Ménage, Melhor Cena Homo Feminino, Melhor Cena Transexual, Melhor Atriz Homo, Melhor Ator Homo e Melhor Atriz Transexual.

Diferente da tradicional academia de cinema de Hollywood, o Prêmio Sexy Hot envolve o publico na premiação dos melhores filmes. As pessoas são convidadas a vota pela internet em 17 categorias. Somente as categorias melhor diretor, melhor filme hétero, melhor cena homo feminino e melhor cena transexual são decididas por um júri técnico, este ano formado pelo jornalista Xico Sá, a ex-BBB Clara Aguillar e e o ator David Cardoso..

Veja abaixo os vencedores do Prêmio Sexy Hot 2016

Melhor filme hétero
As fantasias de Paty, de Eduardo Azevedo
Elenco: Patricia Kimberly, Tony Tigrão e Ed Jr.

Fábio Gump – O comedor da história, de Binho
Elenco: Fábio Lavatti, Samantha Ambrósio, Sabrina Senna, Ana Julia, Soraya Carioca e Cristiane Alves

Fight for fuck, de Marco Cidade
Elenco: Bárbara Costa e Ed. Jr.

Melhor diretor
Binho (Fabio Gump – O comedor da história)
Marcos Morais (Filme: Femdom SA)
Giovanni Jr. (Sonhos eróticos ‘Profissões’)

Melhor ator hétero
Vinny (Bundinha gostosa)
Ed Jr. (As safadinhas)
Yuri (Sortudo e p…)

Melhor ator homo
Andy Star (A obra)
Kampfer (Felipa Lier e Kampfer)
Danilo Prates (No vestiário)

Melhor atriz hétero
Soraya Carioca (Soraya e seu harém de 100)
Bárbara Costa (Fight for fuck)
Melissa Pitanga (Terapeuta sexual)

Melhor atriz homo
Aline Rios (Orgia na piscina)
Bárbara Costa (Enquanto ele não vem)
Sweetie Bird (Apartamento 64)

Revelação do ano hétero
Sara Nakama (Sonhos eróticos ‘profissões’ – O motoboy)
Mary Luthay (Femdom SA)
Aline Rios (Pornô fantasy 2)

Revelação do ano LGBT
Carol Penelope (Carol Penelope x Tony Lee)
Andy Star (O segurança gostoso)
Grazzie (Tattoo safada 2)

Melhor cena de sexo oral
Cindy Blueberry e Ed Jr. (Sonhos eróticos ‘Profissões’ – O mecânico)
Mila Spook, Bárbara Costa, Yago Ribeiro e Alemão (Duelo de boquete 2)
Ana Julia e Yuri (Sortudo e pirocudo)

Melhora cena de sexo anal
Soraya Carioca e Fábio Lavatti (Fábio Gump – O comedor da história)
K,amila Werneck e Ed Jr (Cornolândia 2)
Pandhora e Vinny (Encurrabadas)

Melhor atriz transexual
Bruna Butterfly (Bruna Butterfly x Rayka Rafize x Allana Ribeiro)
Sheyla Wandergirlt (TrannyBrazil)
Adriana Rodrigues (Adriana Rodrigues, Gabriella Ferrari e Tony Lee)

Melhor cena de dupla penetração
Patricia Kimberly, Tony Tigrão e Ed Jr. (As fantasias de Paty)
Thayana Lima, Fabinho e Capoeira (Black brothers)
Cris Brasil, Yuri e Kojac (Terapeuta sexual)

Melhor cena homo feminino
Aline Rios e Giovana Bombom (Orgia na piscina)
Bárbara Costa e Nicole Bittencourt (Enquanto ele não vem)
Grazzie (Tatuadas hard core 4)

Melhor cena de ménage
Patricia Kimberly, Tony e Ed. Jr. (As fantasias de Paty)
Ana Júlia, Falcon e Yuri (Disk M para…)
Cris Brasil, Yuri e Kojac (Terapeuta sexual)

Melhor cena de fetiche
Patricia Kimberly, Tony Lee e Corno Mor (Cornolândia 3)
Aline Rios e Brad Montana (Brad: 50 tons mais perverso)
Mica Andrade e Catrinha (Fofoletes)

Melhor cena de orgia/gang bang
Paty UPP, Wallery, Dino, Vinny e Yuri (Taras de um fotógrafo)
Soraya Carioca, Ariely Almeida, Naty Harper, Hudson Carioca e Fábio Lavatti (Soraya Carioca e seu harém de 100)
Patricia Kimberly, Giovana Bombom, Kojac, Vinny Burgos e Yuri (Orgia na piscina)

Melhor cena transexual
Carla Novaes, Walkiria Drummond e Hilda Brasil (Carla Novaes X Walkiria Drummond X Hilda Brasil)
Sheyla Wandergirlt e Yago Ribeiro (Trannybrazil)
Nathaly Gomes e Enzo Rios (Nathaly Gomes e Enzo Rios)