A overdose que causou o internamento de Demi Lovato pode ter acontecido após uma longa festa na casa da cantora, em Hollywoos Hills, bairro das celebridades em Los Angeles, Califórnia (EUA). Segundo o site TMZ, quando a equipe de emergência e a polícia chegaram para atender a cantora, nenhum dos convidados estava mais no local e nenhum entorpecente chegou a ser encontrado.

Em princípio, surgiu a informação de que a overdose em Demi Lovato tivesse sido causada por heroína, o que não foi confirmado. Em entrevista à imprensa americana, pessoas ligadas à Demi Lovato contataram que recentemente ela deve um desentendimento com um coach que a ajudava a manter-se sóbria.  Demi tem um histórico de consumo excessivo de álcool e drogas. Uma ‘traíção’ do coach foi apontada por amigos como a gota d´água.

O ex-namorado de Demi Lovato, Wilmer Walderrama, falou sobre o caso e mostrou-se chocado com a overdose da cantora. “Ele sabia da situação de Demi, mas não estava preparado para isso. Ele foi, inclusive, seu porto seguro em vários momentos de altos e baixos da cantora”, disse uma fonte ligada ao ex-namorado de Demi Lovato à imprensa americana.

Demi Lovato é hospitalizada após overdose