O músico britânico Paul McCartney emocionou o público ao encerrar o show beneficente 12-12-12 na noite de ontem, primeiro ao lado da canadense Diana Krall ao piano, e depois acompanhado de Dave Grohl e Krist Novoselic, integrantes do Nirvana.

A apresentação reuniu diversos artistas em apoio às vítimas da tempestade Sandy, que atingiu o Caribe e a costa dos Estados Unidos em outubro.

Com Grohl na bateria e Novoselic no baixo, além de Pat Smear na guitarra, o ex-Beatle cantou “Cut me Some Slack”, canção composta especialmente para o show. Para os fãs, o show foi ainda mais especial porque, para muitos, McCartney ‘encarnou” o falecido vocalista do Nirvana, Kurt Cobain.

Antes, já haviam passado pelo palco outras estrelas: de Roger Waters, ex-baixista do Pink Floyd e Bruce Springsteen ao The Who, passando pelos Rolling Stones, com Mick Jagger fazendo piada ao afirmar que era “provavelmente a maior reunião de velhos músicos ingleses tocando juntos no Madison Square Garden”.

Alicia Keys, Chris Martin (Coldplay) em duo surpresa com Michael Stipe (R.E.M), Eddie Vedder, Sean Combs, Kanye West também se apresentaram, assim como os apresentadores Jon Stewart e Steve Colbert, além do comediante Adam Sandler, que apresentou uma versão hilária de Hallelujah, de Leonard Cohen.
Entre as apresentações dos astros da música, estrelas do cinema e da televisão, incluindo Leonardo DiCaprio, Chris Rock, Susan Sarandon e Whoopi Goldberg, subiam ao palco para falar sobre a tragédia ou apareciam em um salão no qual atendiam as ligações dos doadores.

Os ingressos para a apresentação –que lembrou um evento organizado depois dos atentados de 11 de setembro– se esgotaram rapidamente. Alguns foram revendidos por até U$S 10 mil (cerca de R$ 20,7 mil) na internet.