Roman Polanski começou hoje a cumprir regime de prisão domiciliar em seu chalé alpino na estância turística de Gstaad, na Suíça. A esposa e os dois filhos do cineasta o aguardavam, depois de ele ter passado dois meses detido em uma prisão no país. Ele foi preso em 26 de setembro ao chegar a Zurique para receber um prêmio em um festival de cinema.

Polanski, que deixou a prisão depois de depositar fiança estipulada em US$ 4,5 milhões, aguarda decisão da Suíça sobre um pedido de extradição para os Estados Unidos em razão de uma condenação naquele país por abusar de uma menina de 13 anos em 1977.