O Ministério da Justiça da Suíça informou hoje que Roman Polanski deve deixar a cadeia e seguir para prisão domiciliar em seu chalé nos Alpes na tarde de sexta-feira. O cineasta deve permanecer em seu sua casa em Gstaad e utilizar um bracelete eletrônico, enquanto as autoridades suíças decidem se o extraditam.

O porta-voz da pasta disse que não haverá mais comentários do ministério até que o cineasta, de 76 anos, esteja em sua residência. Ele foi condenado nos Estados Unidos por ter relações sexuais em 1977 com uma garota de 13 anos. Polanski foi preso na Suíça em 26 de setembro, ao chegar a Zurique para receber um prêmio em um festival de cinema.