O Prêmio Tim de Música vai lançar no fim do mês um CD com 29 faixas dos vencedores de 2004. Seriam 30, mas a gravadora Warner não cedeu a música Santa Chuva, interpretada pela cantora Maria Rita. Outra novidade é que na edição de 2005 o prêmio terá a categoria melhor DVD. “Já existe um grande número de lançamentos com vendagem expressiva. Não podíamos deixar esse segmento de fora do prêmio”, diz o coordenador-geral José Maurício Machline. A decisão foi tomada pelo conselho curador do prêmio, do qual fazem parte, além de Machline, o ministro da Cultura Gilberto Gil, o músico Paulo Moura, a cantora Wanderléa e o publicitário Mário Cohen.

O homenageado de 2005 será o violonista e compositor Baden Powell – autor de clássicos como Berimbau, Canto de Ossanha e Samba da Bênção. “Baden é um dos compositores mais importantes da fase ‘de ouro’ da música brasileira, e, assim como Tom Jobim, é responsável por algumas das composições mais bonitas que surgiram da parceria com Vinicius de Moraes”, justifica Paulo Moura, que sugeriu o nome de Baden. “Ele trouxe um contraste, uma nova versão da música brasileira. Foi também um dos violonistas mais marcantes que conheci.” O CD, em parceria com a gravadora Biscoito Fino, terá músicas de intérpretes de todos os gêneros, desde dona Edith do Prato até Marcelinho da Lua, de Sepultura a Nelson Freire. O cantor Cauby Peixoto é o único contemplado com duas faixas, uma delas em duo com a cantora Selma Reis.