Nos últimos anos, vários novos nomes da música brasileira alcançaram repercussão principalmente por meio da internet e não pelo tradicional circuito de shows em espaços públicos ou casas de espetáculos. Até o próximo dia 5 de fevereiro, alguns desses artistas são a atração das terças-feiras no palco do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro.

O projeto Sai da Rede, que já teve edições em 2011 e 2012 em Brasília e em São Paulo, traz ao mundo real músicos de cinco estados brasileiros que já conquistaram público e crítica em suas carreiras no ambiente virtual. A série está sendo aberta hoje (8) pelo trio de rock paulista O Terno, ganhador de prêmios de melhor clipe dos prêmios Multishow e VMB 2012.

Os próximos shows do projeto serão do grupo Baiana System, de Salvador, no dia 15, do quarteto carioca Do Amor (dia 22), do capixaba Silva (29) e do pernambucano Tibério Azul, que encerra o projeto no dia 5 de fevereiro.

“O mote para a criação do projeto foi a percepção de que, apesar da facilidade para gravar e compartilhar seus trabalhos virtualmente, os artistas da cena independente continuam com pouquíssimas oportunidades de mostrar seus shows ao vivo”, comenta a curadora Amanda Menezes.

Representantes da geração surgida no declínio da indústria fonográfica em seus moldes tradicionais, os artistas selecionados para o Sai da Rede têm em comum o fato de lidarem muito bem com plataformas da internet como o Facebook e o MySpace para a divulgação de sua música. “São trabalhos consistentes e originais e por isto se destacam no vasto cenário de novidades musicais”, explica Pedro Seiler, também curador da série.

Sempre às terças-feiras, os shows do projeto Sai da Rede são apresentados em dois horários, às 12h30 e às 19h, com ingressos a R$ 6, a inteira, e R$ 3, a meia-entrada. O CCBB-RJ fica na Rua Primeiro de Março, 66, no Centro. Os trabalhos dos artistas também podem ser ouvidos no blog do projeto.