As histórias vividas na infância por Jorge Amado, um dos maiores nomes da literatura brasileira, serão retratadas na madrugada de hoje para amanhã (0h15), na tela da Record. O Menino Grapiúna, romance autobiográfico do escritor, virou especial de fim de ano para comemorar o centenário de Jorge.

Produzido em parceria com a Bossa Nova Filmes, o filme é guiado pelas memórias infantis, mostrando o escritor menino, vivido pelo ator Vinicius de Morais, entre personagens como o pai, Coronel Amado (Laerte Mello), a mãe, dona Eulália (Bel Teixeira) e o padre Cabral (Nando Alves Pinto).

Grapiúna é um termo usado pelos sertanejos baianos para se referir aos habitantes do litoral, figuras recorrentes na obra do autor. O programa tem participação especial de Gilberto Gil, que narra trechos dos livros mais conhecidos de Jorge Amado.