Não foi à toa que a Record decidiu perdoar Geraldo Luís pela ofensa sofrida e convidá-lo para voltar ao comando do Domingo Show. Segundo informações do site Notícias da TV, a decisão da emissora foi motivada pelo medo de que, fora de seu quadro de funcionários, o apresentador migrasse para a concorrência – mais especificamente para o SBT, que gostaria de ter Geraldo Luís no comando de um novo programa nos sábados à tarde. Como as conversas entre o apresentador e Silvio Santos já estariam bem adiantadas, até com uma solução para a multa rescisão costurada, a Record resolveu repensar a questão e “aturar” Geraldo novamente para não entregá-lo ao rival.