Depois de muito rala e rola, passadas de mão e movimentos que indicavam relação sexual debaixo do edredom, Renata, a última eliminada do “BBB 12’, negou tudo e disse que não ficou com Ronaldo, o representante de Curitiba. “Foram só beijos que rolaram. Mas com certeza, movimentos sob o edredom podem sugerir muita coisa”, disse ela que, mesmo após falar abertamente no “BBB’ sobre a falta de sexo, ficou na defensiva.

“A gente conversava muito sobre isso. Mas falta, não senti. Acho que em dois ou três meses a pessoa não surta. Não sou ninfomaníaca e não fiz sexo na casa”, jurou a moça, que ficou com três brothers (Jonas, Ronaldo e Rafa), vivia reclamando da falta de sexo no confinamento e se divertia com o apelido de safadinha. Até o apresentador Pedro Bial se acostumou a chamar a loira assim.

Sobre Rafa, seu último ficante no programa, ela quer avaliar o que será da relação daqui para frente. “Posso vir a ter um relacionamento, sim. Tudo lá foi bem sincero”, afirmou, descartando qualquer possibilidade de reatar o namoro com o ex, Filipe Soldati. “Não tenho nada com ele. Terminamos há muito tempo e nem pretendo vê-lo”, contou.

Por fim, depois de insinuar, dentro da casa, que Jonas fosse gay, ela se corrigiu. “Quando a gente bebe, acaba falando muita besteira. Nem deu para perceber se ele é ou não. Mas acredito que ele seja homem, sim”, concluiu.