boechat-neves

Quem ouviu nesta quarta-feira (31), a rádio Band News FM testemunhou uma dura reprimenda que o âncora do Jornal da Band e também titular do noticioso da manhã na rádio, Ricardo Boechat, aplicou no colunista esportivo Milton Neves.

Boechat ficou irritado porque no dia anterior Milton Neves havia defendido o trabalho do Itamaraty, o Ministério das Relações Exteriores do Brasil. Boechat havia feito duras críticas pela falta de atitude do organismo em assistir a brasileira Liliane Matte, de 17 anos, que foi detida pela imigração ao tentar entrar no aeroporto de Miami, Estados Unidos. A alegação foi a falta de documentos para viajar desacompanhada.

Ao comentar o fato, Boechat criticou a inação do Itamaraty em apoiar a moça. Milton Neves também comentou o assunto, mas fora do contexto e em outro horário da programação. Neves defendeu as autoridades brasileiras e citou como exemplo o caso ocorrido com seu filho no exterior, que sofreu um assalto, e teve assistência do Itamaraty.

Nesta quarta ao retomar o assunto, Boechat fez duras críticas ao colega de emissora. Disse que o Itamaraty só age quando os casos ganham a imprensa ou envolvem alguma autoridade ou pessoa famosa. Disse que outra exceção para o organismo funcionar é atender pessoas que costumam dar “carteiradas”. “Esses conseguem atenção do Itamaraty”, disse um indignado Boechat.

O jornalista também disse que não é só no caso dessa adolescente adolescente que o Itamaraty negligencia seus deveres, mas de muitos outros brasileiros e citou que os diplomatas brasileiros deveriam seguir o exemplo dos seus colegas americanos, que não abandonam seus cidadãos.