A cantora Rita Lee escreveu em seu perfil oficial no Twitter, ontem, que perdeu o patrocínio de um banco para shows após abaixar as calças em cima do palco. “Alegrai-vos, reacionários, perdi o patrocínio de um banco porque mostrei a bunda”, escreveu. “Nunca tive padrinho, nunca fui amiga de cartola, nunca recebi incentivo, nunca fiz teste do sofá. Bye bye mini tour ‘Reza'”, continuou a cantora, em referência aos shows que faria para promover as canções de seu disco mais recente.

Em 4 de novembro, durante uma apresentação em Brasília, a cantora mostrou o bumbum para o público. Dois dias depois, Rita Lee escreveu: “Mostrar a bunda no palco é um ato de amor, do tempo em que roqueiro tinha cara de bandido, você ainda não era nascido”, em resposta a um fã que comentou sua atitude em Brasília.

Em 28 de janeiro, Rita Lee chegou a ser detida pela polícia em Aracaju no que seria seu show de despedida. Durante a apresentação, a cantora criticou a atuação dos policiais presentes no local. A roqueira foi denunciada por 35 policiais militares por apologia ao crime/criminoso e por desacato logo depois do show.