O cantor Roberto Carlos, 80, aguarda uma reunião com o grupo MSC Cruzeiros, responsável pelo navio MSC Preziosa, no qual programou realizar em março o projeto Emoções 2022.

A embarcação atracou no porto do Rio de Janeiro no domingo (2) com 28 pessoas contaminadas pela Covid. Segundo a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), eram 26 passageiros e 2 tripulantes.

LEIA TAMBÉM:

>> Pra todos os gostos; veja lista de shows no litoral do Paraná na temporada 2022

>> Férias com muita diversão pras crianças em Curitiba nos Faróis do Saber e bibliotecas; confira a programação

A assessoria do cantor afirma que a direção do projeto Emoções 2022 vai seguir “o que o Roberto faz e fez durante toda a pandemia: seguir as orientações das autoridades sanitárias”. “Nesse exato momento, estamos aguardando a MSC marcar uma reunião para o grupo conversar”, diz.

A expectativa é que o cruzeiro possa ocorrer normalmente, uma vez que ainda faltam mais de dois meses para que o navio precise estar em condições de abrigar o cruzeiro do rei. A Anvisa autorizou novos embarques por enquanto, mas ressaltou que “não há garantia futura de novos embarques, que dependem de futuras investigações”.

O Emoções 2022, se tudo se confirmar, deve ocorrer entre 11 e 15 de março. Os pacotes custam a partir de R$ 4.176 por pessoa, sendo que há lista de espera para todas as categorias de acomodação. O ponto alto do projeto Emoções é um show de Roberto Carlos, que ocorre dentro da embarcação.

Procurada pela reportagem, a MSC Cruzeiros não se manifestou sobre a realização do cruzeiro com Roberto Carlos até a última atualização deste texto. À Folha, a empresa já havia dito que as pessoas com Covid representavam 0,6% da população total do navio e que todos os casos eram assintomáticos ou tinham sintomas leves.

“De acordo com o protocolo, os casos confirmados são desembarcados de forma segura para que retornem para suas casas ou fiquem em hotéis para fazerem o período de isolamento necessário”, disse a empresa, acrescentando que a viagem do MSC Preziosa seguiria normalmente com destino a Ilhéus, na Bahia.

Covid-19 em navios

O MSC Preziosa foi o terceiro cruzeiro na costa brasileira que notificou casos de Covid-19 no domingo (2). O desembarque dos passageiros foi iniciado após avaliação das autoridades de saúde da situação epidemiológica a bordo.

Na quinta-feira (30), a Anvisa interrompeu as atividades do Costa Diadema após 68 casos da doença terem sido confirmados, sendo 56 entre tripulantes e 12 entre passageiros. A viagem tinha previsão para ser concluída em 3 de janeiro.

Já o cruzeiro da MSC Splendida, que teria como destino o Rio de Janeiro, teve que atracar no porto de Santos na quarta (29) após aumento de casos de Covid observados entre os tripulantes. No total, 51 tripulantes e 27 passageiros testaram positivo.

Segundo a Anvisa, as embarcações Costa Diadema e MSC Splendida estão impedidas de realizar novas operações. A agência reguladora continua supervisionando as demais embarcações que operam na costa brasileira e já intensificou as ações de investigação epidemiológica e sanitária para controlar a transmissão

Além disso, acrescentou que irá apurar possíveis descumprimentos de protocolos sanitários pelas embarcações que operam cruzeiros marítimos.

“Ressalta-se que o descumprimento dos protocolos sanitários e a desobediências às medidas de restrição impostas pelas autoridades constituem infrações sanitárias que, se confirmadas após apuração em processo administrativo, resultam em multas e suspensão das atividades”, disse em nota.

Web Stories

Novidades!

Filmes e séries que chegam à Netflix nesta semana

Fora da Netflix

Séries para ver no lugar de “Grey’s Anatomy”

Malhação Sonhos

Nat sabota academia de Gael

Programe-se

Saiba quais feriados poderão ser emendados em 2022