Em Amor À Vida, Tamara, socialite decadente vivida por Rosamaria Murtinho, é alvo constante das críticas azedas do genro, o vilão Félix, de Mateus Solano. O administrador do hospital San Magno insiste em falar mal das plásticas da sogra, que mora com ele e Edith (Bárbara Paz) na mansão de César (Antonio Fagundes) e Pilar (Susana Vieira).

Fora da ficção, Rosamaria não abre mão de tratamentos estéticos e mantém a idade em segredo: “Bisbilhotice é falta de educação”, disse. Vaidosa, ela lamentou não ter dado uma “recauchutada” para atuar na trama das 21h da Globo, quando foi convidada pelo autor Walcyr Carrasco para participar da história.

“Se soubesse que a Tamara levaria tantas chamadas de atenção pelo genro pelas plásticas que fez, tinha dado uma puxada no rosto. Assim faria jus à personagem”, contou, aos risos, durante entrevista em sua casa em São Conrado, na zona sul do Rio.