Magic.jpgA utilização do RPG ? Role Playing Game (do inglês "jogo de interpretação") como atividade educativa é a proposta do curso que a Gibiteca de Curitiba promove, nos dias 10 e 17 de setembro, sob a orientação de Roberto Shiniti Fujii. Serão 16 horas de atividades para revelar o RPG como opção de trabalho que dispensa aparatos tecnológicos e utiliza apenas criatividade e imaginação. O curso é gratuito e as inscrições já estão abertas na Gibiteca, com informações pelo telefone (41) 3321-3250.

O RPG é uma mistura de teatro e jogo de estratégia, com personagens controlados por jogadores que interagem uns com os outros. No entanto, ninguém recebe um roteiro. Os jogadores devem tomar as decisões com base apenas nas características de seus personagens. Uma campanha de RPG é formada por diversas aventuras interligadas. Os jogadores criam um grupo de personagens seguindo certas regras. A coordenação é feita pelo Mestre, que "dirige" a peça, criando a aventura que os jogadores tentarão resolver.

Em uma aventura de RPG, a ação desenrola-se à medida que os personagens tomam decisões. Os rumos da aventura modificam-se a cada ato dos jogadores. É o Mestre e muitas vezes a sorte tirada em um dado que determinam o destino dos participantes. O fascínio exercido pelo RPG sobre os jovens atraiu a atenção de educadores, pais e professores, que passaram a estudar a sua prática. O Brasil é pioneiro no uso do RPG como ferramenta pedagógica e o curso divulga essa possibilidade de resgatar o prazer de ler e estudar.

O professor

Formado em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Paraná e coordenador regional da Ludus Culturalis, Roberto Shiniti Fujii trabalha com jogos educativos desde 2000. Também atua como professor de Metodologia de Ensino, na UFPR, e possui diversos trabalhos com jogos de interpretação de personagens e seu uso no ensino de ciências e biologia. Sobre o tema, Roberto ministrou várias palestras e cursos, no Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro.

Para o curso que ministra na Gibiteca, Roberto estabeleceu um programa a ser desenvolvido em dois sábados (10 e 17 de setembro), com aulas das 9h às 13h e das 14h às 19h. O professor traçará o histórico do RPG, o seu uso como ferramenta de ensino, os fundamentos educacionais do jogo em sala de aula, além de mostrar experiências brasileiras com RPG na escola formal.

Os participantes também integrarão mesas de RPG, aprendendo as técnicas para criar aventuras didáticas. O conhecimento do sistema educacional "Jogos da Cidadania" permitirá discussões sobre métodos de avaliação com RPG.

Serviço
Gibiteca de Curitiba
(Centro Cultural Solar do Barão ? Rua Carlos Cavalcanti, 533)
Curso "RPG como ferramenta de ensino", ministrado por Roberto Shiniti Fujii
Dias 10 e 17 de setembro de 2005, das 9h à 13h e das 14h às 19h
Inscrições gratuitas, com informações pelo telefone (41) 3321-3250