Começou a corrida brasileira ao Oscar, mas o caminho ainda é longo. A Agência Nacional de Cinema (Ancine) divulgou ontem a lista dos pré-indicados a uma indicação ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

Seis filmes concorrem à vaga de representante brasileiro que será submetido ao crivo da Academia de Hollywood para entrar na lista de indicados ao prêmio. Mas antes disso, a própria Ancine decidirá quem vai nos representar em Los Angeles. E este nome só será conhecido dia 25 deste mês.

Ano passado, por exemplo, nosso representante foi Abril Despedaçado, de Walter Salles, que acabou não chegando aos indicados ao Oscar. Ficou só no “indicado ao indicado”. Mas quem sabe não teremos sorte como em 1997, quando nosso representante Central do Brasil chegou mais perto da premiação?

Favoritismo

Na lista divulgada ontem já temos um favorito. É Cidade de Deus, de Fernando Meirelles, que ganhou repercussão mundial desde seu lançamento em Cannes e é uma das maiores bilheterias do cinema nacional. Outro forte candidato a candidato é O Invasor, de Beto Brant, que ganhou o prêmio de melhor filme latino-americano no Sundance Film Festival e foi bem recebido no Festival de Berlim e nas cidades européias onde estreou.

Caramuru ? A Invenção do Brasil, comédia em vídeo digital de Guel Arraes e com Deborah Secco, Camila Pitanga e Selton Mello, também foi incluído na lista.

Os outros concorrentes são A Paxão de Jacobina, de Fábio Barreto com Letícia Spiller no papel título, o documentário Timor Lorosae ? O Massacre que o Mundo Não Viu, de Lucélia Santos, e Uma Vida em Segredo, de Suzana Amaral.