Cantores e compositores, Branka e PH Mocidade começaram a trabalhar juntos, mas cada um na sua casa, durante esta pandemia. O primeiro fruto dessa parceria chega às plataformas de streaming na próxima quarta-feira (11). É o single “A santa e o pescador”, um partido alto composto e gravado pela dupla, que fala de Santa Clara. Por isso, o lançamento é justamente no dia dela.

A música é um conto em que o pescador reza para Santa Clara, que, no sincretismo religioso, é a Oyá do Tempo, uma iansã que cuida dos céus e dos cemitérios. Como o mar é o maior cemitério que existe, quando tem tempestade, os pescadores rezam para essa santa / esse orixá. Pedem para a entidade acalmar os céus para que eles possam velejar navegar com tranquilidade e segurança, e, assim, levar o sustento pra casa.

“Compor ‘A santa e o pescador’ neste momento de pandemia, mesmo que remotamente, foi alimento espiritual e musical. Esse partido alto fala de esperança e tem positividade, que é o que nós mais estamos precisando nestes tempos de tristeza. Está muito duro conseguir o sustento, mas, mesmo assim, o brasileiro é um povo de muita força e fé. E a nossa música fala disso”, explica Branka.

Ela e PH Mocidade ficaram tão felizes com o resultado da parceria nascida via WhatsApp que resolveram compor mais quatro sambas para um EP sobre as lendas e a vida cotidiana do mar, seus orixás e os pescadores. O próximo single será “É no balanço do mar”, também da dupla, que contará com a participação do grupo Vem pro Sereno.

O EP terá ainda mais três faixas, que ainda estão sendo compostas conforme chega a inspiração para Branka e PH Mocidade. A ideia é, após a pandemia passar, fazer desse projeto um show, mesclando os sambas da dupla com músicas conhecidas que tenham a ver com o tema do EP.

Ouça o trabalho no player abaixo:

A música tem os vocais de Branka e PH Mocidade, Carlinhos 7 Cordas (produção, arranjo e violão), Rafael Prates (cavaquinho), Alex Almeida e Bruno Gama (percussões) e Ana Júlia e Papau (coro).