Samuel Beckett e Angeles Mastretta são os nomes do projeto do XX Narrativas do Século XX, no Teatro da CAIXA. A edição de 14 de julho é dirigida por Suely Araújo, com a coordenação de Mauro Zanatta, curadoria de Flavio Stein e produção de Leandro Daniel.

O primeiro texto é do dramaturgo Samuel Beckett. Nascido em 1906, na Irlanda, Beckett se formou em literatura e passou a viver no circuito Dublin-Paris. Em estadia na cidade luz, conheceu James Joyce, grande influência em sua formação. A primeira novela, “Dream of Fair to Middling Women”, foi escrita em 1931, porém publicada somente depois de sua morte. “Esperando Godot” (1952), sua obra mais famosa no Brasil, é uma das fundadoras do teatro do absurdo.

Em 1969, Beckett ganhou o Prêmio Nobel de Literatura. Sua obra foi traduzida para mais de 30 idiomas e reúne poemas, texto em prosa, romances, novelas, contos, ensaios, textos para teatro, cinema, rádio e televisão. Samuel Beckett morreu em 1989 e é considerado um dos principais autores do século 20.

A mexicana Angeles Mastretta, de 1949, é formada em jornalismo e é considerada uma das mais talentosas escritoras latino-americanas da atualidade. Estreou na literatura com “Arranca-me a Vida”, de 1985, que recebeu o prêmio Mazatlán. Escreveu, na sequência “Mulheres de Olhos Grandes” (1990) e “Mal de Amores” (1995), que ganhou o prêmio internacional de romance Rômulo Gallegos em 1996. O direito de adaptação de algumas obras para o cinema e televisão já foram vendidos.

Serviço:

Projeto XX Narrativas do Século XX
Teatro da CAIXA
Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba
Data: 14 de julho
Horários: quarta 20h
Ingressos: 01 (um) livro não didático
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta, das 12 às 19h, sábado e domingo, das 16 às 19h)