A campanha para salvar as últimas florestas primárias do planeta acaba de ganhar uma contribuição de peso: José Saramago, Prêmio Nobel de Literatura em 1998 e um dos maiores escritores vivos da língua portuguesa, aderiu à campanha do Greenpeace e pediu pessoalmente a suas editoras em todo o mundo que seguissem normas ambientalmente adequadas para produzir sua nova obra. Pela primeira vez no Brasil, um livro é impresso em papel e gráfica certificados pelo Conselho de Manejo Florestal (FSC). O lançamento mundial da nova obra de Saramago, As intermitências da morte, acontece no País no próximo dia 27 de outubro.

?Apesar do grande estímulo cultural que nos presta, a indústria editorial consome avidamente papel cuja produção estimula a destruição das florestas?, disse a campaigner do Greenpeace, Rebeca Lerer. ?Isso representa uma perda irreparável para o mundo. O desaparecimento das florestas ameaça a biodiversidade indispensável para garantir a manutenção das espécies e das culturas tradicionais que dependem destes ecossistemas para sobreviver?.

A Companhia das Letras, editora de Saramago no Brasil, cumpriu todas as recomendações do FSC, desde o cuidado com a escolha do papel até a gráfica certificada onde a obra foi impressa. ?O lançamento deste primeiro livro com o selo FSC é uma evolução muito importante para o mercado editorial brasileiro. Pretendemos fazer mais lançamentos certificados e, por nossa posição no mercado, acredito que influenciaremos outras editoras a fazer o mesmo?, afirmou a diretora de produção da Companhia das Letras, Elisa Braga.

Papel reciclado

Desde 2000, mais de 6 milhões de livros foram impressos em papel reciclado no Canadá. A Europa também já está seguindo esta tendência ambientalmente responsável. Na Espanha, mais de 450 mil livros foram impressos em papel reciclado ou certificado pelo FSC. A iniciativa tem a adesão de autores de renome, como Isabel Allende e Margaret Atwood, e também de editoras importantes no mundo todo, como a canadense Raincoast Books, que publica a série juvenil Harry Potter.