Sérgio Reis saiu da UTI e está se recuperando num quarto do Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte, onde ele está internado desde anteontem. Segundo os médicos, os exames feitos no cantor sertanejo descartaram a possibilidade de um infarto e de um acidente vascular cerebral. Sérgio Reis caiu do palco, de uma altura de 2,2 metros, enquanto fazia um show em Três Marias, Região Central de Minas Gerais, na madrugada de domingo.

O cantor ficou pouco tempo desacordado e ele mesmo acalmou o público. Reis teve uma contusão no ombro direito e quebrou duas costelas. Ele terá que esperar imobilizado elas colarem sozinhas, mas do hospital mandou um recado para os fãs tranquilizando e contando que vai aproveitar a folga para selecionar músicas para um novo CD.

Há dez anos, Sérgio Reis sofreu um derrame, mas os médicos garantem que o mal-estar do fim de semana não tem nenhuma relação com o problema. Esse também foi o medo da família dele.

“Eu falei, meu Deus do céu. Me arrepio até de lembrar do momento”, relatou a mulher de Sérgio Reis, Ângela Márcia. Ela estava em São Paulo quando recebeu a notícia de que o cantor tinha caído do palco e pegou o primeiro avião para belo Horizonte para apoiar a recuperação do marido.

Sorte

De acordo com o coordenador da Unidade de Terapia Intensiva do Mater Dei, Anselmo Dornas Moura, o cantor teve sorte. “Claro que uma queda de aproximadamente 2,20 metros poderia ter causado lesões muito mais severas, principalmente sobre o sistema nervoso central. Julgamos que ele tenha tido sorte”, explicou.

No domingo, o médico declarou que uma síncope perda súbita de consciência foi a causa da queda. A previsão dos médicos é que o cantor fique mais cinco dias internado no hospital e cerca de 10 dias de repouso.