A atriz Shailene Woodley se declarou inocente de acusações sobre sua comentada prisão com 27 outras pessoas enquanto protestava contra a construção do oleoduto Dakota Access, como revelam documentos legais. Conhecida por seu ativismo ambiental, Shailene, que transmitia o protesto de 10 de outubro ao vivo no Facebook em um local de construção do oleoduto Dakota Access situado cerca de 3,2 quilômetros ao sul da cidade de St. Anthony, foi vista na câmera sendo levada sob custódia.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.