Sylvester Stallone pagou milhões à sua meia-irmã para que ela não revelasse que foi abusada sexualmente por ele. A informação foi publicada ontem no jornal “New York Post”. A reportagem conta que o acordo aconteceu para dar fim às chantagens que o ator e diretor sofria de Toni-Ann Filiti, sua irmã por parte de mãe.

O jornal anunciou ter obtido acesso a documentos que comprovam que, há 26 anos, Stallone aceitou pagar a Filiti um pagamento de US$ 2 milhões (R$ 4 milhões), além de uma quantia mensal de US$ 16.666 (R$ 33.918) “para o resto de sua vida”.