A Oficina de Música de Curitiba marca a reabertura do Teatro Paiol, no bairro Prado Velho. Fechado desde o final de agosto de 2017, o local passou por reformas, que corrigiram problemas de infiltração e adequaram o espaço à acessibilidade, e reinaugura agora para receber eventos da oficina. Em sua reabertura, nesta sexta-feira (26), o cantor mineiro João Bosco fez um show para convidados, ao lado do trio curitibano Mano Trio. O investimento nas adequações foi de R$ 70 mil, recurso captado por meio da Lei Rouanet com verba da Sanepar.

O espetáculo do artista marcou a entrega das obras de adequação dos espaços interno e externo do teatro, feitas para garantir a acessibilidade de pessoas com deficiência. As intervenções tornam melhor o acesso tanto ao público quanto para atores com algum tipo de deficiência, de acordo com a prefeitura.

Veja mais:

Além das obras de adequação, o sistema de iluminação externa do teatro foi trocado. Após sofrer com constantes atos de vandalismo, as grades que protegiam os refletores, embutidos no chão, foram substituídas por vidros de 19 milímetros de espessura. Houve também modificação na iluminação interna, que teve lâmpadas por LED trocadas.

Para atender as normas de segurança, o guarda-corpo do mezanino superior foi substituído. O sistema de ar-condicionado também passou por uma revisão. As paredes internas foram pintadas e as cadeiras que estavam quebradas, substituídas, além da instalação do sistema de vigilância com monitoramento por câmeras.

Programação

A Oficina de Música de Curitiba levará o Teatro Paiol 15 eventos ao longo dos 13 dias. E o local foi escolhido para ser uma das casas da MPB durante a programação. Já a partir de domingo (28), começam os espetáculos musicais, que acontecem até o dia 8 de fevereiro. É possível consultar a programação completa da Oficina de Música de Curitiba no site do evento.