Pintada num único dia, em 1932, Nu, folhas verdes e busto, de Pablo Picasso, foi vendida pelo maior valor atingido por uma obra de arte em leilões: US$ 106,5 milhões.

A oferta foi feita na noite de segunda-feira, num leilão da Christie’s, em Nova York. Seis compradores disputaram a pintura  — que retrata Marie-Therese Walter, musa frequente de Picasso — ao longo de oito minutos, até que a cifra fosse atingida. Na última vez em que a tela foi vendida, em 1951, ela teve um preço bem mais modesto: US$ 19,8 mil.

Marc Porter, presidente da Christie’s, disse que a venda foi marcada por “uma participação pesada de novos colecionadores, de novas economias”. Um quarto dos lances vitoriosos vieram de fora dos Estados Unidos e da Europa. A identidade do comprador não foi revelada.