O Trio Fibonacci, de Montreal (Canadá), se apresenta nesta terça-feira (26), às 19h, no auditório do Museu Oscar Niemeyer, dentro da série ?Terça com Arte?, promovida pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná e pelo museu. O projeto conta com o apoio da Pró-Música de Curitiba e do projeto carioca Música no Museu, a maior série de música erudita do Brasil. No programa do concerto desta ?Terça com Arte?, o Fibonacci apresentará, entre outras obras, o Trio em si bemol maior ? ?Arquiduque?, de Beethoven, e a estréia mundial de Visões Noturnas, para violoncelo e piano, do compositor radicado em Curitiba Harry Crowl.

A denominação deste Trio homenageia o famoso matemático italiano do Século XIII – Fibonacci -, cujas teorias e descobertas em muito influenciaram as técnicas de composição. Ele foi formado em 1998 e é um dos raros trios com piano que dedica-se exclusivamente à música contemporânea, com interpretações muito inspiradas. O Trio Fibonacci executa também obras em formações para solos e duos, em várias combinações, como parte integral de suas apresentações.

Desde a sua formação, o Fibonacci vem obtendo uma significativa reputação internacional, conquistada a partir de importantes turnês feitas na Argentina, China, Japão e Brasil; e apresentações em festivais e séries de concertos na Grã-Bretanha, Holanda, EUA, Bélgica, Alemanha e França.

O lançamento do seu primeiro CD comercial, inteiramente dedicado a obras camerísticas, até então não gravadas, do inglês Jonathan Harvey, aconteceu em abril de 2001, sob a supervisão direta do compositor.

Na última turnê realizada no Brasil, o Trio Fibonacci fez um concerto ao vivo, na TV Senado, que foi televisionado para todo país e encantou inúmeros telespectadores.

Serviço:
O Concerto do Trio Fibonacci acontecerá no auditório do Museu Oscar Niemeyer ? Rua Mal Hermes 999/Centro Cívico -, nesta ?Terça com Arte (26)?, às 19h, com entrada franca.