Eleito deputado federal por Pernambuco pelo PDT, Túlio Gadêlha afirmou que não deixará o mandato para assumir outros cargos políticos.

“Para evitar ruídos e especulações, adianto aqui que não tenho pretensão em ocupar cargo em nenhum destes governos que estão aí”, escreveu em uma publicação do Instagram na quarta-feira (26). Segundo ele, abandonar o Congresso Nacional para outros interesses constrange eleitores e fere a “autonomia entre os poderes”.

Em contrapartida, nos comentários seguidores associaram sua vitória ao relacionamento com a apresentadora da Globo. “Ele é o namorado da Fátima Bernardes e só foi eleito por isso”, escreveu uma internauta.

View this post on Instagram

Para evitar ruídos e especulações, adianto aqui que não tenho pretensão em ocupar cargo em nenhum destes governos que estão aí, seja no âmbito estadual ou municipal (federal nem se fala), nem busco esse tipo de espaço pra ninguém. Esse “toma lá da cá” não é, nem nunca será, uma prática do nosso mandato. . Inclusive, vejo como uma tremenda deslealdade alguém que tenha se candidatado a um cargo eletivo, após conquistar o mandato que o povo lhe outorgou, aceitar convite para desempenhar outra função. Esse tipo de prática constrange eleitores e fere, na prática, a autonomia entre os poderes. . Assumi um compromisso na campanha: ter independência para exercer o mandato legislativo e assim o farei. A gente tá chegando para questionar e mudar a lógica do sistema que está aí, e não para fazer parte dele. #congressonacional #nossomandato #reformapolítica #pdt

A post shared by Túlio Gadêlha (@tulio.gadelha) on

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Namorado de Fátima Bernardes descobre doença grave por acaso