Timóteo e Carola:
promessa de polêmica Casa 3.

Depois de uma segunda edição bem mais morna do que o esperado, o SBT estréia hoje o “Casa dos Artistas 3”. Para tentar resgatar os altos índices de audiência da primeira versão do programa, que chegou a registrar picos de até 50 pontos no Ibope, a emissora providenciou algumas mudanças no formato.

Os “quase famosos” que costumam ocupar a casa vão receber nesta terceira edição o reforço de um time de autênticos anônimos, escalados entre seus fãs. A estratégia muda sensivelmente o perfil do programa, que passa a apostar na relação entre os fãs e seus ídolos para prender a atenção do público.

Segundo o diretor do programa, Rodrigo Carelli, a idéia foi de Sílvio Santos. “Ele queria colocar pessoas com outra visão de fama, e que não tivessem uma experiência prévia com as câmeras”, explica, lembrando que os escolhidos só serão conhecidos no programa de estréia.

Sílvio Santos parece realmente preocupado em afastar o marasmo que caracterizou o “Casa 2”. Além das mudanças, que incluem também a redução do programa de 90 para 59 dias, o time de convidados promete. Afinal, entre eles estão Agnaldo Timóteo, conhecido por ter pavio curto, e a “ex-condessa” Carola Oliveira, que saiu mais cedo do “Casa 2” depois de causar grande confusão entre os participantes. Os demais “famosos” são Luiza Ambiel, ex-garota da banheira do Gugu, o gêmeo Flávio Mendonça, a “personal trainer” Solange Frazão e o ator Jorge Pontual.

“Tranqüilidade”

Agnaldo, porém, que responde a um processo por agressão movido por uma comissária de bordo, promete uma participação tranqüila e consciente. “As pessoas não me conhecem de verdade. Quando pareço agressivo, estou apenas reagindo a preconceitos”, justifica. Já Carola quer mostrar, com o tempo, outras facetas de sua personalidade. “Fiquei frustrada por não terminar um trabalho. Pretendo mostrar que a convivência comigo pode ser agradável”, afirma, ansiosa.

Não se sabe como Carola espera atingir seu objetivo, mas Agnaldo parece empenhado em provar que os “reality-shows” têm uma função social a cumprir. Ele promete utilizar sua estadia na “Casa” para, entre outras coisas, ensinar a sociedade brasileira a tomar banho. “Ninguém respeita a dádiva que é a água potável. Se houvesse uma campanha, como com a da energia, poderíamos economizar muito”, ensina, determinado a controlar o tempo que os participantes vão gastar no chuveiro. Pelo visto, Sílvio não tem com que se preocupar. Para o bem ou para o mal, a polêmica em torno de Agnaldo parece garantida.

Mas a fama do cantor não assusta os demais participantes do programa. Animado com a participação do irmão gêmeo no “Casa 2”, Flávio Mendonça acredita que a convivência não vai ser o maior problema na “Casa”. “Acho que as pessoas vão vir com a cabeça bacana”, lembra. Já a “personal trainer” Solange Frazão até prometeu ao cantor um programa de treinamento físico para ajudá-lo a se livrar de alguns de seus 99 quilos.

Expectativas maiores que as dos participantes só mesmo as da emissora, que espera reaquecer o formato e recuperar o sucesso estrondoso da primeira edição do programa.