“Lá vem o Marrrrrcos”, “Táca-le pau nesse carrinho” e “Mazááááá Marco Véio” foram frases que fizeram parte de nossas vidas durante muito tempo. Todo mundo se lembra das palavras ditas pelo jovem Leandro, morador da cidade de Rio do Campo, pequeno município do interior de Santa Catarina. O que pouca gente se deu conta é que o vídeo gravado pelo pequeno completou 4 anos nesta semana. Mas por onde será que anda o piazinho? E o “Marco véio” ou a “Vó Salvelina”?

A Tribuna foi atrás da família Beninca e encontrou uma turma bem tranquila, vivendo a mesma vidinha pacífica de antes de o vídeo viralizar. O Leandro já tem 13 anos, vejam vocês. Está no oitavo ano e, ao contrário de outras celebridades meteóricas, vive “muito bem, obrigado” após seus 15 minutos de fama. Fama, aliás, que ele nem sente saudades.

“Depois da grande turbulência que o vídeo causou em nossas vidas, agora voltou tudo ao normal”, disse a mãe Jiovana Beninca. “Desde o início a gente sabia que deveria aproveitar tudo o que estava acontecendo, mas que deveríamos ter a cabeça tranquila porque sabia que não ia durar para sempre”, acrescentou. “Com certeza eles sempre serão lembrados pela grande fama que tiveram”.

Família feliz e consciente de que a fama durou o tanto que tinha que durar. Foto: Arquivo Pessoal
Família feliz e consciente de que a fama durou o tanto que tinha que durar. Foto: Arquivo Pessoal

E bota fama nisso. Viagens, participações em programas em grandes redes de televisão, gente famosa e muita atenção por onde passaram. Leandro chegou até a fazer uma propaganda para o Grande Prêmio de Fórmula 1 e chegou a cantar em uma banda de música gaúcha. Por vários meses ele fez participações em shows da banda Fogo de Chão, que compôs duas músicas em homenagem ao piazinho do “Táca-le pau”.

Os dias de fama deixaram saudades pelas pessoas que a família pôde conhecer. “Ele e a vó ganharam uma viagem para o Rio de Janeiro e para nós foram momentos inesquecíveis. Sem deixar nenhuma pessoa de fora, todos que conhecemos e mantemos contatos foram importantes e dão saudade”, disse a filha da dona Salvelina, a vó de Leandro, que segue morando do ladinho do morro que foi pano de fundo dessa divertida história.

E o futuro

Hoje Leandro está no oitavo ano do primeiro grau e ao contrário do que poderia se imaginar, ele não pensa em seguir carreira em nada ligada ao glamour dos artistas. Seu grande sonho é ser médico veterinário. “Ele sempre foi muito tímido. A fama ajudou um pouco a ele se soltar, ser mais falante. É muito estudioso e carinhoso, mas também arteiro”, diverte-se a mãe de Leandro, que tem mais um filho, Lucas, de 22 anos, e é casada com Leandro.

Para garantir um futuro tranquilo para Leandro, Jiovana garante que todo o dinheiro que a família ganhou na época está bem guardadinho. “Foi um ‘dinheirinho’ só, nada de anormal. Não é nada para deixar a família rica, como disseram por aí. Eu abri uma poupança para ele e está tudo guardado para que mais tarde ele use com sabedoria. O que ele ganhou é dele”.

Mas e o “Marco Véio”? Tá ótimo, segundo Jiovana. “Hoje ele estuda no 1º ano do ensino médio e já trabalha como estagiário da prefeitura de Gaspar (SC)”.

Olha só o vídeo do Leandro participando do show do Fogo de Chão!