Ricky Martin veio ao País para gravar o clipe da canção que venceu um projeto aberto a 29 países, em parceria com a Fifa, chamado SuperSong. Desde que a Sony Music o anunciou, em dezembro do ano passado, 1.600 aspirantes a músicos enviaram canções que tinham a Copa como tema. Depois de uma peneira com três fases, o próprio Ricky ajudou a escolher o norte-americano da Flórida, Elijah King, como vencedor com Vida. A produção em estúdio será de Salaam Remi. A previsão é de que os dois, Ricky e Elijah, gravem o vídeo hoje no Rio. A direção será de Kátia Lund.

Setenta milhões de discos vendidos e uma missão, segundo ele mesmo. “A música é só um veículo”, diz Ricky Martin sorridente em uma sala no primeiro andar do Hotel Fasano, no Rio. O porto-riquenho recebeu na segunda-feira, 10, o jornal O Estado de S.Paulo para uma conversa sem assuntos proibidos. Quando uma assessora tentou barrar o tema de sua homossexualidade, assumida em 2010, o próprio artista pediu: “Não, por favor, ele está perguntando uma coisa importante”.

A “missão” oficial de Ricky é divulgar e gravar um clipe para a música Vida, que estará no disco oficial da Copa do Mundo, com Elijah King. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.