O ator brasileiro Wagner Moura rebateu as críticas feitas ao seu sotaque na série Narcos, do Netflix, em que interpreta o traficante colombiano Pablo Escobar. O jornal Folha de S. Paulo entrou em contato com o ator, que afirmou ter consciência sobre a sua limitação.

“É claro que o meu sotaque não é igual ao de um nativo”, afirmou Moura, que em 2012 foi brutalmente criticado por ‘substituir’ Renato Russo em um tributo ao grupo Legião Urbana ao lado de Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá. 

Paraná Online no Facebook