Yanna Lavigne perdeu o papel da prostituta Helô para a amiga Carla Salle na trama Babilônia. Mas isso não abalou a bela morena. Com isso, a moça foi inclumbida de virar a cabeça do personagem de Marcos Palmeira, um prefeito casado e corrupto.

As cenas com Yanna e Marcos são quase sempre na horizontal. Apesar de jovem, a moça diz que não intimida com cenas de sexo. Para ela, o ofício do ator é a cena sem nenhum pudor. O fato é que a química que surgiu com o casal pode aumentar a importância da trama na novela das 21h.

Como sempre quando existe uma personagem forte, o público fica curioso se o comportamento fora do estúdio não se mistura com o do ator. Yanna Lavigne deixa bem claro que não gosta de se expor fora da TV. “Não me acho sensual e sou muito crítica comigo. Mas vou lá e faço. Sabe quando você acha que não é e quer provar que é?”.

E o namorado? Os fãs da bela morena de 25 anos querem saber se podem alimentar alguma esperança. Podem ir tirando o cavalinho da chuva: ela tem um relacionamento com Bruno Gissoni, que também atua em Babilônia. Por sinal, o seu personagem tem um rolo com a filha do prefeito infiel.

E não sobra muito mais tempo para Yanna Lavigne, que se divide entre as gravações e a faculdade de Artes Cênicas. Há pouco tempo, ela voltou a morar com a mãe, terapeuta e diz que está curtindo. O motivo: “é muito bom ter alguém que cuide de você”, diz ela.