Artista polêmica. Yoko aos 70.

Segundo o Tate Museum de Londres, Yoko Ono é mundialmente conhecida como uma das artistas mais influentes e desafiadoras desta era. Desde os anos sessenta, quando ela emergiu como sendo uma líder na avant-garde em Nova York, Londres e Paris, Yoko criou formas revolucionárias de música, performances enigmáticas, filmes e artes visuais intrigantes.

É verdade. Yoko Ono, apesar de ser obscurecida pela genialidade de John Lennon, criou novos conceitos de linguagem artística, além de ter participado de movimentos de arte conceitual.

Depois de 40 anos – sua primeira exibição no Tate foi em 1964, quando apresentou Cut Pieces (Cortando Peças) onde ela convidava o público a tirar uma a uma suas peças de roupa – , Yoko estará de volta na semana que vem (dia 15) para uma nova performance no exclusivo hall do museu inglês. Os ingressos de 15 libras já estão todos vendidos para ver Yoko Ono e seu novo grupo musical na performance Whisper Peace (Sussurre Paz). A maioria detesta a artista cosmopolita, que apesar de tudo, teve boa educação e formação universitária e mostrou algum talento em suas obras. Com mais de 70 anos, Yoko Ono ainda vive o estigma de ser a responsável pelo desmantelamento dos Beatles.