Foto por: Carl de Souza

A rainha Sofia e os príncipes de Astúrias presenciarão no domingo a final da Copa do Mundo em Johannesburgo, junto com milhares de torcedores da ‘Fúria’, mas outro convidado de honra, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, adiantou o seu retorno ao Brasil, desanimado com a eliminação da seleção brasileira.

A rainha Sofia, que já esteve na quarta-feira na partida das semifinais contra a Alemanha em Durban, vestida com as cores espanholas, ficou na África do Sul para assistir à final no domingo às 20h30 locais (15h30 de Brasília) ao lado do príncipe Felipe e de sua esposa Letizia.

Os Príncipes de Astúrias já haviam viajado para a África do Sul quando a seleção de Vicente del Bosque teve sua estreia decepcionante contra a Suíça (derrota por 1-0).

Já o rei Juan Carlos, de 72 anos, ficará em Madri e acompanhará a partida contra a Holanda pela televisão.

O monarca, que foi submetido a uma cirurgia no dia 8 de maio para a retirada de um tumor benigno do pulmão, tem aparecido pouco em público.

“Continua se recuperando e a viagem de dez horas (para Johannesburgo) é muito longa”, indicou à AFP um porta-voz da Casa Real.

Quem também não assistirá à final é o presidente do Governo, José Luis Rodríguez Zapatero, anunciou a vice-presidente do Governo, María Teresa Fernándes de la Vega.

Zapatero já havia indicado na quinta-feira que a viagem talvez não fosse possível, ao lembrar que tinha de preparar o debate sobre o estado da Nação, previsto para a próxima semana no Congresso.

Além de parte da realeza espanhola, estarão presentes no estádio pelo menos doze chefes de Estado africanos, junto com o presidente sul-africano Jacob Zuma e com o presidente da Federação Internacional de Futebol (Fifa), Sepp Blatter.

Uma baixa de última hora é a de Lula, que decidiu retornar ao Brasil antes do previsto depois de ter promovido na África do Sul a Copa do Mundo de 2014.

“Fiquei fora do país por oito dias e há muitos problemas graves no Brasil. Temos inundações no nordeste do Brasil e realmente acho que tenho que voltar”, declarou, antes de indicar que terá um café da manhã no domingo com Blatter antes de embarcar de volta para o Brasil.

Após a eliminação da seleção brasileira nas quartas de final pela Holanda, Lula tinha dado a entender que não estava empolgado com a final.

Perguntado por um jornalista durante sua viagem pela África se tinha vontade de assistir à final entre Holanda e Espanha, como estava previsto, Lula respondeu: “nem você nem eu”.