Pelo menos duas pessoas morreram nesta sexta-feira (30) em conseqüência de um acidente envolvendo um avião com 124 passageiros que não conseguiu aterrissar corretamente no aeroporto de Toncontín, em Tegucigalpa, capital hondurenha. A imprensa local informou que vários feridos foram resgatados – não havia ainda informações oficiais sobre o número de vítimas.

O diretor do hospital-escola de Tegucigalpa, Tito Alvarado, informou em entrevista coletiva que o nicaragüense Harry Brautigam está entre as vítimas. Presidente do Banco Centro-americano de Integração Econômica (BCIE), Brautigam teve problemas cardíacos quando era atendido no hospital, após ser trazido do local do acidente.

A aeronave pertence à empresa Taca. O acidente no vôo 390 dessa companhia ocorreu quando o avião tentava pousar, ultrapassou o limite da pista e parou apenas em uma rua próxima. "Não sei o que ocorreu, mas investigamos o acidente", disse o gerente-geral da empresa em Honduras, Armando Funes, à rádio HRN.