O setor automotivo pode ser beneficiado por um novo pacote de incentivos do governo federal. Na semana passada, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sinalizou que há disposição por parte do governo de negociar um novo acordo. No entanto, ele depende de um entendimento entre as próprias montadoras, que de agosto de 2003 a fevereiro de 2004 foram beneficiadas pela redução da alíquota do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) do carro zero de até 2.000 cilindradas.

?Nós sempre estivemos dispostos a conversar e negociar. Mas antes de negociarmos qualquer acordo, as empresas do setor precisam encontrar um entendimento entre elas?, disse o presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, José Lopez Feijóo. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)