O Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), e o Organismo Argentino de Acreditação (OAA) firmaram há pouco acordo de entendimento para reduzir a burocracia na comercialização de produtos entre Brasil e Argentina. O ministro Interino do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Márcio Fortes, explicou que desburocratização vai resultar em mais agilidade, além de reduzir custos e incrementar o comércio bilateral.

O presidente do Inmetro, Armando Marianti informou que o acordo tem validade inicial de dois anos e que serão trabalhadas na primeira fase seis famílias de produtos, entre os quais pneus, brinquedos, componentes eletrônicos e produtos a gas. Ele acrescentou que o objetivo é atingir um nível em que a certificação feita em um país seja reconhecida no outro. Para Marianti, a questão principal é a credibilidade, já que se trata da segurança do consumidor e da qualidade do produto.