A Aeronáutica desmentiu nesta quarta-feira (18) em nota a informação de que a Força Aérea Brasileira e o Exército teriam iniciado uma desmobilização na região em que ocorreu o acidente com o avião da Gol, no norte de Mato Grosso.

A nota informa que as buscas pelas duas últimas vítimas ainda não localizadas e pelo cilindro de voz da caixa-preta serão intensificadas a partir de amanhã, com o envio de mais militares e equipamentos do Exército para auxiliar na operação, principalmente para a localização do cilindro de voz caixa-preta do vôo 1907.