As 245 Agências do Trabalhador, distribuídas por cidades de todo o Estado, intermediaram 23.788 contratações de trabalhadores durante janeiro e fevereiro deste ano. O número é 26% superior ao alcançado no mesmo período do ano passado, quando 18.909 trabalhadores chegaram ao mercado de trabalho através das agências. Os dados são do relatório elaborado pela Coordenadoria de Intermediação de Mão-de-Obra, da Secretaria do Trabalho, Emprego e Promoção Social.

?A conjuntura está favorável. O Paraná criou mais de 8,8 mil empregos em janeiro deste ano, e as Agências do Trabalhador estão acompanhando esse ritmo. O crescimento atingido neste ano é a prova disso?, afirma a coordenadora estadual da Intermediação de Mão-de-Obra, Angela Carstens.

Para o secretário do Trabalho, Nelson Garcia, o crescimento também é reflexo da capacitação dos atendentes das agências. ?Eles são as pessoas que captam as vagas e encaminham os trabalhadores para entrevistas. O mais importante é que esses funcionários estejam qualificados e prontos para realizar o seu serviço da melhor maneira possível?, defende o secretário Nelson Garcia.

Os relatórios mostram ainda que o número de vagas captadas durante os dois primeiros meses deste ano é 27,6% superior ao do ano passado. Nos meses de janeiro e fevereiro deste ano foram ofertadas 44.795 vagas de emprego através das Agências do Trabalhador. Em igual período de 2006, esse número chegou a 35.103 vagas captadas.

?Com funcionários bem preparados nas Agências do Trabalhador, o número de vagas oferecidas pelos empresários através do sistema público de emprego aumentou. E esse aumento é sempre favorável para aqueles que buscam uma oportunidade de emprego?, argumenta Angela..