Dos 26.939 empregos industriais com carteira criados de janeiro a setembro de 2003, 67% (cerca de 18 mil) foram gerados pela agroindústria. 89,47% das vagas (26.939) foram abertas no interior do Estado, que registrou incremento de 8,78% no nível de emprego. Na Região Metropolitana de Curitiba, foram criadas 2.837 postos de trabalho, representando aumento de 2,11%. Os setores industriais que mais ampliaram vagas foram: alimentos e bebidas (13.507 empregos), têxtil e vestuário (4.201) e madeira e mobiliário (3.122). No Paraná, o nível de emprego com carteira aumentou 6,59%.

?A agroindústria e as exportações estão puxando o bom desempenho do emprego na indústria paranaense?, destaca o economista Cid Cordeiro, supervisor técnico do escritório regional do Dieese. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do Paraná)