Uma delegação brasileira chefiada pelo ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, participa hoje (9) e amanhã, em Bhurban (Paquistão), da 4ª Reunião Ministerial do G 20.

O objetivo do encontro é discutir as estratégias do bloco para as negociações agrícolas no âmbito da Rodada de Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC), a ser realizada em dezembro, em Hong Kong.

Criado em 20 de agosto de 2003, o G 20 ? atualmente com 19 membros ? é formado por países em desenvolvimento que buscam o fim dos subsídios a produtos agrícolas e maior abertura do comércio internacional no setor (agricultura).

Integram o grupo cinco nações africanas (África do Sul, Egito, Nigéria, Tanzânia e Zimbábue), seis asiáticas (China, Filipinas, Índia, Indonésia, Paquistão e Tailândia) e oito da América Latina (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Cuba, México, Paraguai e Venezuela).

Nos dois dias de permanência em terras paquistanesas, Amorim será recebido pelo presidente do país, Pervez Musharraf, e pelo chanceler Kurshid M. Kasuri, com quem deve tratar de cooperações bilaterais nas áreas de energia, etanol e aviação.