Brasília – Analistas de mercado e de instituições financeiras reduziram pela terceira semana seguida a expectativa de inflação para 2007. De acordo com o boletim Focus, divulgado nesta terça-feira (26) pelo Banco Central, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), usado como referência para as metas de inflação do governo, deve fechar o próximo ano em 4%, contra 4,06% previstos na pesquisa anterior.

Elaborada na semana passada, a pesquisa mostra que, para o setor financeiro, existe uma tendência de os principais índices de inflação convergirem no próximo ano. Segundo o boletim, o Índice de Preços ao Consumidor da Fundação Instituto de Pesquisa Econômica (IPC-Fipe) também será de 4% em 2007.

Os outros dois índices avaliados no levantamento também apontam níveis parecidos. O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) e o Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M), elaborados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), ficarão em 4,3%.

Para este ano, o boletim Focus mostrou que o IPCA deve fechar 2006 em 3,11%, mesmo percentual divulgado há uma semana. Os números mostram que a inflação está sob controle, bem abaixo do centro da meta de 4,5% para o IPCA fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN).

De acordo com o levantamento, o IPC-Fipe para o mesmo período será de 2,15%. O IGP-M ficará em 3,88%; e o IGP-DI, em 3,89%. Os valores também não mudaram em relação ao relatório anterior.