Foto por:

Os argentinos festejaram nesta sexta-feira a derrota do Brasil para a Holanda (2-1), nas quartas de final da Copa do Mundo, ao lado de uruguaios residentes na Argentina, que comemoraram a vitória de sua seleção sobre Gana.

A reação dos argentinos que assistiam à partida do Brasil, seu maior rival no futebol, foi de alegria, ao verem seu vizinho sul-americano perder de virada para a Holanda e ser eliminado nas quartas de final da competição.

Nos bares, nas ruas de Buenos Aires e na Casa Rosada (governo), argentinos saltavam de alegria e gritavam com fervor nos gols da Holanda, deixando para outro momento a fraternidade latino-americana.

O uruguaios residentes na Argentina também não perderam a oportunidade de torcer, mas, ao contrário dos argentinos, vibraram com a vitória de seu próprio país, que superou Gana nos pênaltis (4-2) após empatar por 1 a 1 no tempo regulamentar e na prorrogação.

Com bandeiras e gritando “sou Celeste”, os uruguaios reuniram-se na porta da Embaixada de seu país, no centro de Buenos Aires, e no Obelisco, palco habitual da torcida argentina, mas que dessa vez se vestiu de azul e branco, as cores da bandeira uruguaia.