A escalada da violência está entre os dados mais preocupantes que o Brasil levará a Johannesburgo, para a reunião Rio+10. Entre 1992 e 1999, houve um aumento de 37% na taxa de assassinatos. A mortalidade por homicídios passou de 19,12 por 100 mil habitantes para 26,18. Em nenhum ano da década houve redução do índice.

Roraima é o Estado com maior coeficiente de homicídios, chegando a 57,69 por 100 mil habitantes em 1999. Pernambuco (55 63) e Rio de Janeiro (52,54) estão em segundo e terceiro lugares. Os índices mais baixos foram registrados no Maranhão (4 84) e no Piauí (4,86).