A Associação de Ação Social e Cultural Amigos do Bairro apoiada pela Força Sindical do Paraná irá realizar uma passeata hoje, dia 13 de fevereiro, às 17h. Em protesto à onda de violência que assola os bairros Sítio Cercado e Bairro Novo, moradores irão pedir mais segurança às autoridades enquanto comerciantes da região fecharão suas portas em forma de protesto. Será o Dia 13 de Portas Fechadas.

A violência no Sítio Cercado e nos bairros vizinhos é preocupante. Várias residências e estabelecimentos comercias foram assaltados nos últimos meses. A última ocorrência foi no dia 02 de fevereiro, quando dois indivíduos foram mortos após assaltarem e agredirem o dono de uma loja de materiais de construção. "Estava com minha esposa fechando a loja e uma moto chegou com duas pessoas armadas e nitidamente drogadas. Eles queriam dinheiro e acesso ao cofre. Eu disse que não tínhamos cofre e ele nos levou para o depósito, depois de nos dar muitas coronhadas e chutes no pescoço," relata Claudinei de Freitas, proprietário da loja. Depois de meia hora de tensão, a PM executou os dois bandidos. Um deles no próprio estabelecimento."Não agüentamos mais. Queremos segurança para trabalhar", desabafa Claudinei, cujo estabelecimento já havia sido assaltado em 2003.
 
A Associação Amigos do Bairro existe desde novembro de 2006, e é um instrumento de representatividade política da comunidade do Sítio Cercado. Segundo José Bernardes, vice-presidente, da Associação, a passeata irá contar também com o apoio do conselho de segurança do Xaxim e da Vila Áurea. "Serão mais de 500 pessoas lutando por seus direitos. Queremos segurança e achamos que essa passeata irá chamar a atenção das autoridades para esse grava problema," comenta José.