Rio de Janeiro (AE) – Romário estava andando em campo. Já havia pedido sua substituição minutos antes. Ainda assim, conseguiu fôlego extra para se esticar todo e completar com êxito um cruzamento de Morais. Era o gol da vitória do Vasco sobre o Atlético-MG, por 2 a 1, neste domingo, em São Januário. O clube mineiro continua na última colocação do Campeonato Brasileiro e o Vasco subiu uma posição – agora está em 15º. Foi a terceira vitória seguida do time carioca na competição, o que não ocorria desde 2001.

Romário ainda voltaria a dar um salto, no final da partida, em lance muito importante para seu time: foi quando levou uma falta violenta de Rodrigo Fabri, imediatamente expulso.

Inconformado com nova derrota de sua equipe, um torcedor do Atlético-MG invadiu o campo logo depois do gol de Romário. Queria agredir Rubens Cardoso, mas acabou levando uma surra dos demais jogadores do Atlético até ser retirado do local por policiais militares.

Rubens Cardoso abriu o placar já no segundo tempo. O início da virada vascaína veio com um chute preciso e forte de Morais, de fora da área. A bola bateu no travessão e quicou atrás da linha do gol.

Depois de Romário definir a vitória do Vasco, a torcida que lotou São Januário passou a ovacioná-lo. "Estamos reagindo na tabela e vamos brigar pelas primeiras posições", disse o veterano atacante.

Ficha técnica:

Vasco 2 x 1 Atlético-MG

Gols – Rubens Cardoso, aos 2, Morais, aos 30, e Romário, aos 33 minutos do segundo tempo.

Vasco – Roberto; Claudemir, Luciano (Elber), Éder (Ciro) e Diego; Ygor, Osmar, Fernandinho (Robson Luiz) e Morais; Alex Dias e Romário. Técnico – Renato Gaúcho.

Atlético-MG – Danrlei; Evanílson, Henrique, Lima e Rubens Cardoso; Amaral, Ataliba (Rodrigo Fabri), Walker e Fábio Baiano (Quirino); Luís Mário (Rafael Miranda) e Marques. Técnico – Marco Aurélio.

Juiz – Luís Marcelo Cansian (SP).

Cartão amarelo – Henrique, Elber e Fábio Baiano.

Cartão vermelho – Elber e Rodrigo Fabri.

Local – São Januário, no Rio de Janeiro.