A Lamborghini atingiu nesta semana o marco de 1.000 unidades produzidas do Aventador, modelo lançado no ano passado. A fabricação do superesportivo de topo da montadora, em Sant’Agata Bolognese (Itália), começou há 15 meses. O nome do proprietário do modelo de número 1.000, que tem carroceria na cor laranja, foi divulgado, o que é um fato inusitado já que os donos de superesportivos, no geral, não gostam de aparecer. Trata-se de Hans Scheldecker, um arquiteto alemão que também tem em sua garagem, na Bavária (sul da Alemanha), um Lamborghini Diablo. As vendas do Aventador estão indo muito bem e há fila de espera.