O Audi S3 tem tração
integral nas quatro rodas.

O Audi S3 ficou ainda mais rápido. A versão mais esportiva do A3, que chegou este mês ao mercado, recebeu motor de 225 cavalos, capaz de levá-lo a 243 km/h de máxima (o modelo anterior, de 210 cv, alcança 238 km/h). O tempo de aceleração de 0 a 100 km/h baixou de 6,8 para 6,6 segundos no novo modelo. Com esses números, a Audi reforça a proposta de garantir a seu compacto premium desempenho superior ao de veículos de outras marcas com motorização maior.

Além do acréscimo de 15 cavalos na potência máxima, o torque também subiu: foi de 270 para 280 Nm, disponíveis entre 2.200 e 5.500 rpm. Por isso, apesar de sua vocação esportiva, o modelo pode perfeitamente ser utilizado no dia-a-dia, mesmo em baixa velocidade, graças à oferta de muita força em baixas rotações.

O segredo de tanto desempenho está no mesmo motor 1.8 de quatro cilindros e 20 válvulas, utilizado na versão mais brava do esportivo TT: vem com turbocompressor que pode trabalhar com pressão de até 2,1 bar, além de dois “intercoolers” (resfriadores de ar). Resfriada, a mistura arÅcombustível entra em maior quantidade na câmara de combustão, o que proporciona rendimento superior. Combinado com o câmbio manual de seis marchas e a tração integral Quattro – que distribui nas quatro rodas a força gerada pelo motor -, o conjunto garante desempenho excepcional e estabilidade acima da média em qualquer situação. O consumo médio é de 10,7 km/l.

Afora a tração nas quatro rodas, outro fator que justifica a alta estabilidade direcional é a carroceria levemente rebaixada, por causa da suspensão mais esportiva. O S3 continua oferecendo conforto acima da média quando comparado a outros modelos com suspensão esportiva. Na frente, o sistema McPherson recebeu novos braços triangulares e alterações na geometria, que tornaram a direção ainda mais precisa. Na suspensão traseira, independente, as molas e amortecedores, instalados em ângulo, são montados separadamente, para aumentar o espaço interno.

Os quatro discos de freio são ventilados e assistidos por sistema antitravamento (ABS). O projeto inclui também o Electronic Brake-force Distribution (EBD), um distribuidor eletrônico de força de frenagem que assegura confiabilidade sob qualquer condição. O Programa Eletrônico de Estabilidade (ESP) é equipamento de série.

Os pára-choques e as grandes entradas de ar foram desenhados especialmente para o S3. Os faróis de gás xênon fazem parte do projeto original, assim como as rodas Avus aro 17 – com pneus de perfil baixo (225/45 R 17) -, que contribuem para a aparência esportiva. Na traseira, destacam-se o spoiler no teto e o escapamento de saída dupla.

Para reforçar a segurança, há quatro bolsas infláveis (duas frontais e duas laterais, montadas no encosto dos bancos da frente). O acabamento mescla esportividade e sobriedade, bem caracterizadas pelas aplicações de madeira laqueada e elementos de fibra de carbono no painel e nas laterais. Há integração perfeita com os bancos esportivos Recaro e o quadro de instrumentos, que inclui o sistema Driver Information System (DIS), computador de bordo e check control.