Semana passada a BMW Motorrad anunciou em Curitiba, a produção de mais um modelo na fábrica de Manaus. A F 800 GS, que até então era importada, será montada no Brasil para venda no mercado interno.

Ela chega às concessionárias da marca em agosto deste ano, a R$ 42.900,00 na versão completa. Antes da F 800 GS, a BMW montava em Manaus a F 800 R, lançada no mês passado, e a G 650 GS, que, no primeiro trimestre deste ano, teve 300 unidades emplacadas, de acordo com a marca.

A moto é equipada com motor de 798 cilindradas, de dois cilindros, que gera até 85 cavalos de potência e torque máximo de 83 Nm a 5.750 rpm. Completa o conjunto o câmbio de seis marchas.

A velocidade máxima, de acordo com a fabricante, é de 200 km/h. Além da chegada da F800 GS, a BMW anunciou a importação da K1600 GT, de seis cilindros, para o fim do ano.

O Brasil é o único país fora a Alemanha a produzir motos BMW. A fábrica no Amazonas tem cerca de 40 funcionários na linha de produção e produz 17 unidades ao dia.

Motos e carros

De acordo com o diretor mundial da BMW Motorrad, Hendrik von Kuenheim, o Brasil é o País com maior crescimento para a BMW, entre carros e motos. A montadora alemã confirmou que estuda a instalação de uma fábrica de automóveis no Brasil.

A decisão deve sair até outubro. Mas a longa greve dos metalúrgicos da Volkswagen no Paraná, que passou de um mês, pesa contra o País, disse o presidente nacional, Henning Dornbusch.

Em 2010, as vendas de motos da marca cresceram 117% no país, na comparação com o ano anterior. A comercialização de carros subiu 52%, alcançando 8.200 unidades.

Os anúncios foram feitos no museu BMW Motorrad Curitiba, uma coleção particular, considerada pela fabricante como uma das cinco principais do mundo “em termos de tamanho e qualidade da coleção”, disse Kuenheim.

O museu fica na Rua José Naves da Cunha, número 144. Informações sobre visitas podem ser obtidas pelo telefone (41) 3274-6806 ou pelo site www.museubmwcuritiba.com.br. A entrada é cobrada.