Para conquistar os compradores de sedãs médios, a estratégia da Citroën foi lançar em agosto de 2007 o C4 Pallas.

De lá para cá, a montadora francesa vendeu mais de 20 mil unidades do modelo.

Mas para impulsionar as vendas do sedã, em meados de outubro a Citroen colocou no mercado o C4 Pallas com motorização 2.0 bicombustível, e para torná-lo ainda mais competitivo, a Citroën não mexeu nos preços do sedã.

O C4 Pallas 2.0 Flex é oferecido apenas com câmbio automático, em duas versões de acabamento, GLX (R$ 69.490,00) e Exclusive (R$ 74.990).

Os modelos com câmbio manual são oferecidos com os mesmos tipos de acabamento.

Nada mudou no visual do C4 Pallas Flex, a não ser pela identificação “Flex” na vigia traseira direita, além das indicações para “álcool e gasolina’ no interior da tampa do tanque de abastecimento.

Na traseira, nenhuma menção ao motor 2.0 bicombustível. A versão avaliada pelo Jornal do Automóvel foi a topo de linha Exclusive, que continua sendo oferecida com os mesmos itens de série do modelo anterior.

No visual externo, destaque para as rodas de liga leve aro 16, ponteira do escapamento cromada, retrovisores externos rebatíveis eletricamente, faróis de neblina, além de mimos tecnológicos, como faróis com acendimento automático, limpador de pára-brisas com acionamento automático e indexado à velocidade do veículo e sensor de estacionamento dianteiro e traseiro.

Internamente o C4 Pallas mantém suas particularidades, como o volante multifuncional com comandos centrais fixos e painel de instrumentos com “display” digital.

A versão Exclusive vem ainda com bancos em couro, ar condicionado digital com regulagem independente e soleira cromada.

Quando abastecido com gasolina, o novo motor flex do C4 Pallas desenvolvido pela equipe de Engenharia de Motores Mercosul da Citroën, em parceria com a Magneti Marelli, mostrou a mesma disposição da versão anterior: gera 143 cavalos de potência a 6.000 rpm e torque de 20,3 kgfm a uma rotação de 4 mil giros.

Com álcool, ele ganha mais fôlego, ao entregar 151 cv no mesmo regime de rotação e torque de 21,6 kgfm a 4.000 rpm. Nos trechos de estrada e velocidade média de 110 km/h, o motor trabalha bem numa rotação de 3.200 giros, sem comprometer a acústica.

Num primeiro momento, o ganho de potência com a utilização do álcool é quase imperceptível.

Em percurso de 305 quilômetros em estradas, o sedã registrou média de 7,5 km/l, somente com álcool no tanque.

Média aceitável para o segmento, embora dependa da maneira de dirigir de cada um.

O C4 Pallas 2.0 Flex é um sedã elegante, atraente, ágil, agradável de dirigir, com muita tecnologia embarcada e que roda macio.

Ficha técnica

Motor 2.0 l, dianteiro, transversal, quatro cilindros, 16 válvulas
Cilindrada 1.997 cm³
Potência 143 cv (G) e 151 cv (A) a
6.000 rpm
Torque 20,3 kgfm (G) e 21,6 kgfm (A) a 4.000 rpm
Câmbio Automático seqüencial
Comprimento 4,77 m
Largura 1,77 m
Altura 1,51 m
Entre-eixo 2,71 m
Porta-malas 580 litros
Peso 1.840 kg
Suspensão Rodas independentes, eixo tipo McPherson com braços inferiores triangulares, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora, na dianteira, e rodas independentes, eixo traseiro com braços estendidos, travessa deformável, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos e barra estabilizadora, na traseira.
Freios A disco nas quatro rodas. Discos dianteiros ventilados
Tanque 60 litros
Preço R$ 74.995,00